Nossa Radio AO VIVO

quarta-feira, 24 de abril de 2013

GESTÃO.


GESTÃO IRRESPONSÁVEL PREJUDICA O POVO: Mata terá que devolver R$ 536 Mil reais 
FUNASA notifica município de Mata a fazer a devolução dos valores aplicados no sistema de tratamento de esgoto de Vila Clara, executado pela administração de Ruy Gabriel, nos anos de 2009/2010. Os fatos foram apurados pela auditoria da Controladoria Geral da União ainda no primeiro ano do Governo do Prefeito Welton passou pelo governo Sérgio e nada foi resolvido. Dentre os problemas apontados estão a divergência de especificação dos materiais usados, dimensão de tubulação menor do que a projetada e de qualidade inferior do que as previstas no projeto, estimativa de valor gasto menor do que a apontada pela prestação de contas e, principalmente, não funcionamento do sistema após 13 anos da execução do projeto. O valor do projeto na época era de  R$ 100 mil reais. Os valores, computados os juros e multa, apresentados pela FUNASA(2013), órgão ligado ao Ministério da Saúde, é de R$ 536 mil reais, os  quais deverão ser devolvidos aos cofres da União pelo Município. Isso é falta de responsabilidade com a gestão pública e com o dinheiro do povo. Agora além de a obra não funcionar, o município e penalizado outra vez por ter de devolver os recursos atualizados. De R$ 100 Mil reais recebidos o município terá de devolver R$ 536 Mil reais. Esse problema ainda incluiu o município no rol dos inadimplentes e impede o recebimento recursos do governo federal. É, o povo paga o mal feito!  O mesmo povo quer saber se os (i)responsáveis por esse prejuízo ao erário público vão ser responsabilizados? Esperamos o segundo capítulo. 
Juntando a indenização que o município está pagando pela morte de um servidor no valor de R$ 180 Mil reais mais os R$ 536 Mil reais, somam 716 Mil reais que deverão ser sacados dos cofres municipais só neste ano. Isso representa mais de 10% da receita corrente líquida. O Prefeito Sadi terá de fazer milagre para manter as contas em dia. A irresponsabilidade de um dia é paga no outro.  O Povo quer que  os responsáveis sejam punidos. Chega de Oba! Oba! Na função pública.