Nossa Radio AO VIVO

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

MISTÉRIO EM CACEQUI, MP investiga suposta fraude em licitações em Cacequi Foram recolhidos mais de 30 processos. notas de empenho e documentos referentes a fonte MP investiga suposta fraude em licitações em Cacequi Fernando Ramos/Agencia RBS Foto: Fernando Ramos / Agencia RBS Uma movimentação incomum chamou a atenção de quem passou pela prefeitura de Cacequi nesta terça-feira. O Ministério Público (MP) foi até a sede do Executivo em busca de documentos sobre supostas fraudes em licitações. Ao todo, foram recolhidos mais de 30 processos, notas de empenho e documentos referentes a licitações dos últimos quatro anos. A investigação começou há três meses, e o mandado de busca e apreensão foi cumprido hoje. O MP analisa casos envolvendo obras de reforma e construção, além de compras de materiais. Segundo a assessoria de comunicação do MP, há documentos desaparecidos. A origem da investigação teria partido de uma denúncia feita pelo vereador Dionisio Prates de Oliveira, o Pinduca (PTB). Apesar de ser do mesmo partido do prefeito, Pinduca afirma ter ocorrido um série de irregularidades envolvendo obras executadas com dinheiro federal. –

Após denúncias24/02/2015 | 20h30

MP investiga suposta fraude em licitações em Cacequi

Foram recolhidos mais de 30 processos, notas de empenho e documentos referentes a licitações

MP investiga suposta fraude em licitações em Cacequi Fernando Ramos/Agencia RBS
Foto: Fernando Ramos / Agencia RBS
Uma movimentação incomum chamou a atenção de quem passou pela prefeitura de Cacequi nesta terça-feira. O Ministério Público (MP) foi até a sede do Executivo em busca de documentos sobre supostas fraudes em licitações. Ao todo, foram recolhidos mais de 30 processos, notas de empenho e documentos referentes a licitações dos últimos quatro anos. A investigação começou há três meses, e o mandado de busca e apreensão foi cumprido hoje.
O MP analisa casos envolvendo obras de reforma e construção, além de compras de materiais. Segundo a assessoria de comunicação do MP, há documentos desaparecidos.
A origem da investigação teria partido de uma denúncia feita pelo vereador Dionisio Prates de Oliveira, o Pinduca (PTB). Apesar de ser do mesmo partido do prefeito, Pinduca afirma ter ocorrido um série de irregularidades envolvendo obras executadas com dinheiro federal.
– Aqui em Cacequi, uma única empresa vinha ganhando as licitações. Por essas e outras que o prefeito está perdendo o apoio do próprio partido – afirmou o vereador.
O “Diário” tentou contatar o prefeito Flávio Gilberto Dorneles Machado (PTB), mas ele não foi localizado.