Nossa Radio AO VIVO

domingo, 6 de novembro de 2016

Radiohaus.

 foto de Radiohaus.
1 h
Radiohaus
Em um distante vilarejo da antiga União Soviética um jovem comemora seu primeiro contato feito com um país da América do Sul usando seu próprio equipamento de radioamador, projetado e montado por ele. Estamos em meados da década de 1980 e as rígidas normas do sistema soviético limitam os comunicados a informações como nome, cidade do operador, sinal recebido e temperatura local.
A milhares de quilômetros dali o experiente radioamador sul americano lança o contato em seu livro de registro de comunicados (QSO) e começa a desenhar em sua mente como será a cultura, a vida e o dia-a-dia de seu colega soviético.
A situação descrita acima parece ser inimaginável no mundo atual em que a comunicação é instantânea, por meio da internet, telefone celular, satélites e redes mundiais de televisão. Mas, mesmo nos tempos atuais, todos os dias, milhões de radioamadores continuam se comunicando em todo o mundo, formando uma grande rede mundial de amigos.
Por definição o Radioamador é aquela pessoa que por hobby usa uma estação de radioamador para comunicação sem fins comerciais com outras pessoas que compartilham a mesma atividade. Dependendo do equipamento usado, essa comunicação poderá ser no seu próprio quarteirão ou intercontinental, ou ainda com algum radioamador-astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional. A comunicação entre os radioamadores pode ser feita por voz, por meios digitais, usando-se um computador. Muitos radioamadores ainda preferem usar o meio mais antigo de comunicação sem fio: o código Morse, ou telegrafia.
O verdadeiro Radioamador é também uma pessoa interessada em assuntos técnicos e científicos, que gosta muito de fazer experimentações com antenas, aparelhos, montagens, etc. Muitos dos modernos equipamentos de comunicação como o telefone celular e outros desenvolvimentos tecnológicos estão acessíveis a todos graças ao radioamadorismo que permitiu que essas tecnologias fossem desenvolvidas e exaustivamente testadas.
O radioamadorismo teve ao longo de sua história um papel muito importante no auxílio em situações solidariedade, desastres e calamidades públicas em todo o mundo. Há décadas atrás quando as cidades não estavam interligadas por redes telefônicas, era comum o radioamador local servir de apoio em comunicações entre parentes distantes, na obtenção de medicamentos que só eram encontrados em grandes centros ou no exterior. Existem relatos de vidas que muitas vidas que foram salvas graças a solidariedade dos radioamadores na obtenção de medicamentos que não podiam ser encontrados localmente. Apenas para citar um exemplo da importância dessa atividade como meio de comunicação em situações de calamidade e emergências, os radioamadores formaram uma rede nacional de comunicação quando das grandes enchentes nos anos de 1983 e 1984 no estado de Santa Catarina, onde por vários dias dezenas de importantes cidades ficaram totalmente isoladas e devastadas, sem nenhuma outra forma de comunicação. Mais recentemente os radioamadores americanos participaram ativamente como uma rede de comunicação de emergência durante os ataques terroristas de 11 de Setembro.
O radioamadorismo possui um código de ética que foi escrito em 1928 pelo Radioamador americano Paul M. Segal, W9EEA:
1) PONDERADO - O Radioamador é ponderado e atencioso e jamais usará sua estação para prejudicar a atividade dos demais;
2) LEAL – O Radioamador é leal e oferecerá sua lealdade, encorajamento e apoio aos seus companheiros, ao seu clube local e à sua entidade que o representa em seu país;
3) PROGRESSISTA – O Radioamador é progressista e manterá sua estação sempre atualizada tecnologicamente, conservada e bem instalada e operando com eficiência;
4) AMISTOSO – O Radioamador é amigo e paciente com os demais colegas, principalmente se forem iniciantes. Aconselha e auxilia os principiantes. Presta assistência e colaboração. Considera e coopera com o interesse alheio. Estas são as características do espírito do radioamadorismo;
5) EQUILIBRADO – O Radioamador é equilibrado. O rádio é seu passatempo e ele nunca permitirá que o seu hobby interfira em quaisquer de seus deveres e obrigações domésticas, profissionais, escolares ou para com a comunidade em que vive;
6) PATRIÓTICO – Sua estação e o suas habilidades sempre estão disponíveis para prestar serviço ao seu país e sua comunidade.
A Radiohaus deseja a todos seus amigos um Feliz Dia do Radioamador!