Nossa Radio AO VIVO

terça-feira, 4 de março de 2014

IGP entrará no prédio da boate Kiss na semana que vem para coletar materiais Uma equipe do Instituto-Geral de Perícias (IGP) entrará no prédio onde funcionava a boate Kiss no dia 11 de março. A data foi marcada pela Justiça para a coleta de amostras das substâncias que entraram em combustão durante o incêndio que resultou na morte de 242 pessoas, em 27 de janeiro de 2013. Serão recolhidos, especificamente, fragmentos do gesso inferior e superior que cobria o teto da boate e da lã de vidro que permeava as duas placas de gesso no teto (a pedido da defesa de Mauro Hoffmann, sócio da danceteria e réu no processo criminal) e materiais que revestem a parte superior do palco e adjacências (a pedido da defesa de Elissandro Spohr, o Kiko, outro sócio da danceteria). Além dos peritos, poderão acompanhar o trabalho, dois oficiais de justiça e representantes das defesas dos réus, do Ministério Público e da Assistência de Acusação (uma pessoa e mais um assistente técnico de cada), desde que utilizem os equipamentos de segurança necessários fornecidos pelo IGP. A coleta antecede a limpeza e descontaminação do prédio, que inclui a retirada de entulhos e remoção de resíduos tóxicos.