Nossa Radio AO VIVO

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Prefeito e vice são condenados.


SILVEIRA MARTINS

Prefeito e vice são condenados

O vereador Jairo Nicoloso (PSDB) também foi condenado pelo mesmo crime pela Justiça Eleitoral

O atual prefeito de Silveira Martins, Erli Pozzebon (PP), e seu vice, Dair Dellamea (PP), foram condenados por compra de votos durante a disputa eleitoral de 2004. Além deles, o vereador Jairo Nicoloso (PSDB) também foi condenado pelo mesmo crime. A ação proposta pelo Ministério Público foi julgada ontem no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Como pena, a Justiça condenou o atual prefeito a dois anos, um mês e 15 dias de prisão em regime aberto. O vice-prefeito teve pena de dois anos, cinco meses e 22 dias, enquanto Nicoloso foi condenado a dois anos, um mês e 15 dias, também em regime aberto. Ainda cabe recurso da decisão judicial.

A denúncia – A decisão do TRE aponta que os três – na época, candidatos a vereador (Pozzebon), a prefeito (Erli) e a vice (Dair) – compraram votos para a eleição municipal. Para isso, de acordo com depoimentos prestados à Justiça, eles usavam dinheiro em espécie (um morador da cidade diz ter vendido o seu voto por R$ 30) e material de construção, como areia e tijolo. Além disso, de acordo com a decisão, pessoas teriam sido “pressionadas” por prestarem depoimento à Justiça sobre as denúncias de compra de votos.

“Foram colocadas várias placas em toda a cidade, ofendendo a justiça como um todo, ameaçando a justiça, ameaçando pessoalmente a gente e várias atitudes, até a última eleição foi uma forma ofensiva pela impunidade”, disse em depoimento à Justiça uma pessoa que revelou ter registrado ocorrência policial por ter sido supostamente ameaçada de morte pelo caso.

Defesa – O advogado de defesa dos três políticos citados na reportagem, Antonio Augusto Mayer dos Santos, disse que vai esperar a publicação do acórdão do processo para decidir se continuará os defendendo e, a partir disso, como irá proceder em relação ao caso.