Nossa Radio AO VIVO

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Empresas e prefeituras fraudam concursos para indicar aprovados


17 de junho de 2012 23h42 atualizado às 23h

Os ministérios públicos investigam fraudes em todos os 26 Estados brasileiros e no Distrito Federal, segundo informou o programa Fantástico, da Rede Globo. Segundo o levantamento do Fantástico, a maior parte das fraudes acontece nos concursos municipais. A reportagem do programa denunciou as prefeituras de Novo Barreiro e Itati, no Rio Grande do Sul, e as empresas Inova, Ascom, DP, Lógica, RCV. O esquema é montado por prefeitos e vereadores contratam empresas para organizar a prova e indicam os candidatos que eles querem ver aprovados.
Em Novo Barreiro (RS) uma mulher que teria participado de fraude denunciou o prefeito após não ser aprovada em um concurso. Ela também acusou o prefeito de vender o gabarito das provas e, posteriormente, cobrar dos candidatos o valor como desconto no salário. "De 10, eu consigo aprovar 3", disse um dos sócios da Inova, empresa que aplica provas, ao repórter do Fantástico que se passava por um negociador. Em outro momento, o repórter questionou o preço a ser cobrado pela indicação de oito candidatos a um representante da empresa Lógica. "Para cada candidato indicado, eles pedem R$ 5 mil", disse o homem. No entanto, ele afirmou que o preço pode ser negociado. Em outro momento, ele pediu "alguma coisa por fora" para "valer a pena", que seriam R$ 3 mil depositados diretamente em sua conta pessoal.