Nossa Radio AO VIVO

domingo, 24 de junho de 2012

TURISMO.


Trem voltará à ativa

Locomotiva que está em frente à biblioteca retornará aos trilhos

Começa a soltar fumaça o projeto do Trem Turístico de Santa Maria, que foi apresentado na manhã de sexta-feira em coletiva de imprensa, e já tem verba de R$ 1,7 milhão liberada pelo Ministério do Turismo para começar as licitações da obra. A contrapartida da prefeitura é de R$ 190 mil para o projeto que, pela expectativa do prefeito Cezar Schirmer e da coordenadora do projeto Vânia Antunes, deve estar com a primeira etapa pronta em um ano, já fazendo passeios. O projeto está dividido em duas etapas, que terá passeios de trem da gare até próximo da Escola Aracy Barreto Sacchis, com extensão de 1,2 quilômetro, e outra que segue até a barragem do DNOS, com 1,7 quilômetro, totalizando 3 quilômetros de passeio. O trem funcionará nos mesmos moldes do ônibus turístico.

A malha férrea entre os pontos será utilizada em parceria com a ALL, que, de acordo com a coordenadora do projeto, deve deixar períodos livres no sábado e no domingo, para que o passeio turístico aconteça. Os trilhos passarão por revitalização, mas também está prevista a construção de cerca de 150 metros de trilhos perto da estação da barragem. Para que os trens possam fazer o retorno, serão construídos pátios de manobra. As estações, como a gare, também passarão por readequação e revitalização para receberem passageiros.

As locomotivas passarão por reforma, e a que está em frente à Biblioteca Municipal será o carro que irá puxar os dois vagões de passageiros que o trem terá, de acordo com a gerente de produção turística Cristiana Barbieri Szalanski. A locomotiva que está na gare será revitalizada, mas em função de estar danificado e sem algumas peças, ele será “maquiado” e passará a ocupar o lugar em frente à biblioteca. Para esta etapa do projeto, orçada em R$ 324 mil, ainda não há recursos.

– Já temos 90% dos recursos garantidos. O trem será um ícone para a revitalização do Centro Histórico Ferroviário – afirma Vânia.

LUÍSA KANAAN|ESPECIAL