Nossa Radio AO VIVO

quinta-feira, 17 de maio de 2012

DESAPARECIMENTO.


DESAPARECIMENTO

Muitas perguntas sem respostas

A mototaxista Elizete Vieira da Silveira, 31 anos, sumiu em 6 de janeiro. Caso segue sendo um mistério

Um mistério ainda sem solução envolve o desaparecimento da mototaxista Elizete Vieira da Silveira, 31 anos, que sumiu há exatos 131 dias. No dia 6 de janeiro, ela saiu de casa, na região oeste de Santa Maria, para fazer uma corrida até Dilermando de Aguiar, cerca de 45 quilômetros de distância, e nunca mais foi vista. A família ainda tem esperança de vê-la com vida. Para a polícia, trata-se de um homicídio, embora não tenha sido encontrado o corpo. Um inquérito chegou a ser concluído, foi encaminhado ao Ministério Público (MP) e virou uma nova investigação com muitas perguntas sem respostas.

Conforme o promotor criminal Joel de Oliveira Dutra, na documentação encaminhada ao MP pela Polícia Civil, o caso foi tratado como homicídio, mas ninguém foi indicado como responsável por falta de provas. Junto com o inquérito, também havia um relatório que informava a necessidade de novas diligências.

– O inquérito foi devolvido para que seja dada continuidade às investigações – afirma o promotor.

O desaparecimento está novamente nas mãos da Polícia Civil. De acordo com a titular da Delegacia da Mulher, Débora Dias, que está à frente do caso, há novidades:

– Algumas pistas que surgiram reforçam o apontamento para o nosso principal suspeito.

O principal suspeito do desaparecimento, conforme a polícia, continua sendo o ex-companheiro de Elizete, José Paulo Dias dos Santos, 52 anos. Ele chegou a ser preso preventivamente em fevereiro, mas, por falta de provas, foi solto após 30 dias.

Mais de 30 depoimentos foram colhido e todos com alguma informação que reforça a suspeita do ex-companheiro. Antes de desaparecer, ela teria sofrido ameaças por mensagens de celular, cartas e até pessoalmente. O principal suspeito nega o envolvimento.

A dor da família – Filhos, irmãos e pais de Elizete esperam que um dia ela volte para casa. Conforme o irmão dela, Pedro Joceli Vieira da Silveira, 39 anos, o sofrimento continua.

– Enquanto não for provado o que realmente aconteceu, não vamos perder a esperança. Os filhos dela, que estão com os avós (pais de Elizete) sempre perguntam pela mãe. O sofrimento dos nossos pais é constante e só vai passar quando tudo se resolver – revela o irmão.

A mototaxista tem três filhos: com 3, 10 e 15 anos.
MAIS
Outro caso
Também ainda é um mistério o caso que envolve o ex-goleiro do Flamengo, Bruno das Dores Fernandes de Souza. Ele é acusado pelo desaparecimento de sua ex-namorada, a modelo Eliza Samúdio, em 2010. Ela nunca foi encontrada. Bruno segue preso